Dicas para escolher as alianças de casamento

28 de maio de 2018

Além de marcar um dos momentos mais emocionantes de uma cerimônia, as alianças farão parte do dia a dia do casal, sendo usadas praticamente o tempo todo. Pensando nisso, nós elaboramos algumas dicas para escolher as alianças de casamento que não apenas atendam às preferências dos noivos, mas que também sejam muito confortáveis.

Usadas pelos casais desde o Egito Antigo, por volta de 2.800 a.C., as alianças têm o formato circular, que não tem começo nem fim, e representam o amor eterno. Cerca de 3,6 mil anos depois, entre os povos romanos, esses anéis passaram a ser usados no dedo anelar esquerdo porque se acreditava que havia uma veia ligando-o direto ao coração.

Embora o costume tenha se mantido até os tempos atuais, é claro que muita coisa mudou e, hoje, temos uma infinidade de modelos à disposição. Por isso, se você precisa de uma mãozinha para escolher sua aliança de casamento, confira as dicas que nós preparamos:

1. Considere o formato dos dedos

Não existem regras absolutas sobre que tipo aliança fica melhor em cada formato de dedo, mas há algumas recomendações sobre as proporções entre o tamanho da joia e das mãos. Por exemplo, em mãos maiores, alianças muito pequenas podem “desaparecer”, portanto pode ser mais indicado escolher um modelo mais largo e resistente – e o contrário é válido para quem tem mãos pequenas.

Para dedos curtos e mais gordinhos, pode ser melhor optar por alianças mais estreitas, pois as joias mais largas podem dar a impressão de que os dedos são ainda menores. Já as mãos com dedos finos e longos costumam combinar com qualquer modelo.

2. Prove a aliança em horários diferentes

Uma dica para que sua aliança fique bem ajustada ao dedo sem apertar demais é prová-la em diferentes horários do dia.

Você já deve ter reparado que as mãos podem inchar no fim da tarde, em dias de temperatura elevada ou depois de fazer exercícios como corrida ou caminhada; por isso, é importante que a aliança não seja justa demais ao mesmo tempo em que ela não corra o risco de cair quando o dedo está com seu diâmetro normal.

Para garantir a escolha do tamanho correto, é recomendável buscar a orientação de profissionais experientes. Na Rodrigo Alarcón Design de Joias, por exemplo, você poderá descobrir o diâmetro exato para que a peça fique confortável.

3. Alianças anatômicas aumentam o conforto

Toda aliança deve ser confortável, o que significa que ela precisa estar bem ajustada, sem apertar demais e sem cair do dedo, e que ela não deve pesar na mão dos noivos.

Porém, para pessoas que se sentem especialmente incomodadas em usar qualquer tipo de anel, existe um detalhe que faz toda a diferença: um abaulamento na parte interna da joia, que a deixa mais arredondada. Essas são as chamadas “alianças anatômicas”, que oferecem mais conforto do que os modelos sem essa característica.

4. Aliança polida x aliança escovada

Uma forma de ter uma aliança de casamento fora dos modelos mais tradicionais é optar por uma joia com acabamento escovado, que se diferencia das peças polidas apenas pelo visual: enquanto as alianças escovadas são mais opacas, as polidas são mais brilhantes.

Caso você tenham se apaixonado por um modelo polido, mas gostariam que ele fosse escovado ou vice-versa, verifiquem se a joalheria oferece o serviço de transformação do acabamento.

5. Alianças artesanais oferecem mais exclusividade

Se você e seu noivo buscam um modelo único e diferente de tudo o que vocês já viram, a dica é optar pelas alianças artesanais, que são produzidas por designers e ouvires exclusivamente para o casal.

Alianças artesanais costumam ter valores mais altos do que as industrializadas, mas elas permitem que os noivos escolham todos os detalhes da joia.

6. Homens também podem usar aliança com brilhante

Uma opção de muitos casais é utilizar uma aliança lisa para o homem e uma aliança cravejada com um ou mais brilhantes para a mulher. Porém, se for do desejo dos dois, nada impede que a aliança masculina também receba esse adorno.

7. O ouro amarelo não é obrigatório na aliança de casamento

Embora seja o material mais tradicional para a confecção dessas joias, casais que não gostam do ouro amarelo podem escolher alianças produzidas com ouro branco. Existem também os modelos confeccionados com ouro amarelo, branco e rosé, que podem ser trabalhados para formar belos detalhes.

Contudo, se vocês são um casal com gosto mais clássico, vocês podem sim escolher a tradicionalíssima aliança em ouro amarelo – basta descobrir a largura e o diâmetro adequados para vocês que não tem erro!

8. Não existe moda quando o assunto é aliança

Isso significa que vocês não precisam descobrir “o que está em alta” no mundo das alianças, mas sim optar pelo modelo que mais atenda às preferências do casal.

As joalherias sempre podem apresentar modelos que estão “saindo bastante”, mas isso tem mais a ver com o fato de elas terem um valor mais competitivo ou de terem um tipo de beleza que agrada a mais pessoas do que com alguma tendência do momento.

Caso você tenha o sonho de ser surpreendida pelo seu noivo com alianças escolhidas por ele, é sempre bom dar algumas pistas sobre o seu gosto para joias. E, claro, não deixe mostrar a ele nossas dicas para escolher as alianças de casamento!

Autora

Rossana Lazzarotto