Blog da Chiquérrima | Comportamento

O que é pré-convite de casamento?

05 de junho de 2018

Se você está organizando seu grande dia, você já deve ter topado com o termo “save the date” e talvez tenha algumas dúvidas sobre esse costume. Por isso, hoje nós vamos conversar sobre o que é pré-convite de casamento (outro nome para o save the date) e como ele pode ajudar você e seus convidados a se prepararem.

A expressão “save the date” poderia ser traduzida como “reserve a data”, indicando que o dia em questão deve ser anotado na agenda. Assim, o save the date é uma espécie de aviso de que um evento importante está por vir, já deixando os convidados atentos para não marcar nenhum outro compromisso no mesmo dia.

O costume vem dos Estados Unidos, onde o save the date é utilizado para anunciar com mais antecedência qualquer tipo de evento festivo, incluindo batizados, aniversários e formaturas. Por aqui, porém, a tendência aparece com muito mais frequência durante a organização de casamentos, embora nada impeça que o pré-convite seja enviado em outras ocasiões.

Para que serve um pré-convite de casamento se eu já vou enviar convites oficiais?

Os convites oficiais continuam sendo indispensáveis e realmente contêm todas as informações que os convidados precisam saber. Porém, por geralmente serem enviados de 30 a 60 dias antes do grande dia, alguns convidados podem já ter algum compromisso inadiável na data, como uma viagem, impedindo que eles compareçam à sua cerimônia.

É nessa hora que entra em cena o pré-convite de casamento: por ser enviado com mais antecedência, é mais provável que seus convidados possam reservar a data e se planejar para estar presentes nessa ocasião tão importante.

Esse tempo maior de organização é ainda mais importante para convidados que vêm de outras cidades ou se você fará um destination wedding, pois o pré-convite dará mais tempo para que eles providenciem passagens aéreas e hospedagem.

Quando enviar o pré-convite de casamento

A antecedência do envio do pré-convite varia conforme as características de cada evento e do local de residência dos seus convidados, assim como acontece com os convites oficiais.

Dessa forma, para casamentos realizados no Brasil, recomenda-se enviar os pré-convites de 4 a 6 meses antes para convidados que moram na mesma cidade do evento. Para aqueles que vão precisar se deslocar de outras cidades, a dica é enviar com 6 a 8 meses de antecedência.

Já se você pretende fazer um destination wedding no exterior, é preciso enviar os pré-convites ainda mais cedo, de preferência de 10 a 12 meses antes do grande dia – afinal, seus convidados vão precisar planejar uma viagem internacional, o que envolve pesquisar passagens ou mesmo providenciar o visto de entrada dependendo do local.

Informações que devem constar no pré-convite

Outra diferença entre os convites oficiais e os pré-convites de casamento são as informações que devem ser colocadas em cada um deles. Enquanto os convites trazem todos os detalhes sobre o grande dia, o save the date deve conter apenas o principal: o nome dos noivos, a data, a cidade onde acontecerá o evento e o site dos noivos (se desejado e disponível).

Além disso, o motivo do pré-convite (o casamento) também deve ficar claro de alguma maneira, seja por meio de texto ou imagem. É importante também incluir uma inscrição como “Reserve a Data” ou o próprio “Save the Date” para sinalizar que se trata apenas do pré-convite e que os convites oficiais serão enviados mais tarde.

Informações como o horário, a igreja ou o buffet não devem ser colocadas no pré-convite, pois pode haver mudanças até o grande dia.

O pré-convite precisa ser impresso?

Por se tratar de um aviso, o save the date é bem mais simples e informal do que o convite propriamente dito. Dessa forma, ele não precisa necessariamente ser impresso, podendo ser enviado até mesmo pelo WhatsApp nos eventos mais descontraídos.

Contudo, lembre-se de que o pré-convite será o primeiro contato dos convidados com o seu casamento, por isso é importante que ele já esteja dentro do tema que você e o seu noivo escolheram.

Se o seu casamento seguir a linha tradicional, porém, nada vai superar o charme de pré-convites impressos, como esses da Fer Malucelli que estampam a foto acima, que podem ser entregues pessoalmente ou pelo correio. Essa é uma alternativa que deixa ainda mais evidente que os noivos realmente fazem questão da presença daquele convidado.

Além disso, vocês podem optar por versões originais, como ímãs, marcadores de livros, uma folha de calendário ou até mesmo um vídeo do casal. Aproveitem as possibilidades que a informalidade do save the date oferece!

®Fer Malucelli

Para quem entregar o pré-convite de casamento

Mesmo que o pré-convite seja apenas um aviso, ele já deixa subentendido que as pessoas que o receberem serão chamadas para o seu casamento. Por isso, seria bastante deselegante solicitar a alguém que reserve a data e, depois, ela ser deixada de fora da lista de convidados – afinal, a lista pode mudar com o passar do tempo.

Dessa forma, o mais indicado é enviar o pré-convite primeiro para os familiares e amigos mais próximos, ou seja, pessoas que vocês fazem muita questão compareçam ao casamento. Mais tarde, com a lista fechada, passem a enviar o save the date para os demais convidados.

Se vocês estiverem em dúvida sobre chamar alguém ou não por qualquer motivo, a dica é não mandar o pré-convite e deixar para enviar apenas o convite oficial.

Saber o que é o pré-convite de casamento e como utilizá-lo é uma excelente forma de facilitar a organização do seu grande dia e de garantir a presença das pessoas mais queridas. Por isso, não hesite em usá-lo!

Autora

Rossana Lazzarotto