Blog da Chiquérrima | Preparativos

9 deveres da madrinha de casamento

03 de maio de 2018

Você foi convidada para ser madrinha da sua irmã, prima ou amiga superquerida? Que ótimo! Isso é sinal de que você é uma pessoa muito especial na vida dela. E para fazer jus a essa honra, nada melhor do que conhecer os deveres da madrinha de casamento.

Afinal, existem muitos detalhes a serem resolvidos antes e durante o grande dia, e as madrinhas devem assumir algumas dessas responsabilidades. Conheça as principais:

1. Dar apoio durante a fase dos preparativos

Organizar um casamento dá trabalho mesmo que os noivos tenham uma boa assessoria, pois o planejamento envolve muitas reuniões, provas e deslocamentos.

Nessas horas, é de grande ajuda poder contar com a madrinha para organizar a agenda, buscar os convites, entrar em contato com o fornecedor para esclarecer algum detalhe e tudo aquilo que puder facilitar a vida da noiva.

2. Fornecer uma opinião sincera

Escolher o vestido, os acessórios, o cabelo e a maquiagem são tarefas cheias de emoção e expectativa, mas também são capazes de deixar a noiva cheia de inseguranças.

Por isso, é muito importante contar com o olhar cuidadoso e a opinião sincera da madrinha, seja ela uma irmã ou amiga próxima, para ajudar a noiva a decidir os itens que mais a favorecem.

3. Colocar a mão na massa

Se os noivos são adeptos do estilo DIY (do it yourself ou “faça você mesmo”) e optaram por fazer eles mesmos lembrancinhas, convites ou algum item da decoração, um dos deveres da madrinha de casamento é dar uma faça nessas tarefas, seja cortando lacinhos, dobrando guardanapos ou fazendo arranjos de flores.

Caso você não tenha muito talento para os trabalhos manuais, ainda assim é possível ajudar se colocando à disposição para pesquisar fornecedores que vendam o material, fazer a compra, buscar na loja, contar quantos itens faltam... Sempre existe muito que fazer!

4. Colaborar na escolha do vestido das madrinhas

Se você faz parte do seleto grupo de madrinhas, você pode e deve ajudar a noiva a definir o traje que vocês deverão usar. Por outro lado, se noiva já tomou uma decisão sobre os vestidos, seu papel é apoiá-la nessa escolha, mostrando-se feliz com aquilo que foi definido mesmo que não seja sua cor ou seu corte preferidos.

Também é seu dever conversar com outras madrinhas que não estejam tão satisfeitas com a situação e tentar resolver o impasse sem que isso chegue aos ouvidos da noiva, que já estará estressada o suficiente. Afinal, este é o grande dia de uma pessoa muito querida, e quem foi escolhida como madrinha deve fazer todo o esforço possível para a realização desse sonho.

Contudo, se realmente houver um problema no vestido das madrinhas, como um modelo que deixe alguém desconfortável ou que talvez não seja assim tão apropriado para a ocasião, a madrinha mais próxima deverá se encarregar de falar com a noiva.

Obviamente, isso deve ser feito com muito jeitinho e delicadeza, pois a noiva fez suas escolhas com todo o carinho do mundo. Reflita como o problema pode ser resolvido conservando o máximo possível da ideia inicial e, quando conversar com a noiva, já leve suas sugestões do que pode ser feito.

5. Organizar o chá de panela e a despedida de solteira

Como a noiva já está cheia de compromissos, as madrinhas podem assumir a tarefa de organizar o chá de panela, o chá de lingerie ou o chá-bar. Além disso, também é missão delas planejar a despedida de solteira da noiva, seja ela uma maratona pelos barzinhos da cidade, uma noite na balada ou uma viagem de fim de semana até a praia.

Nunca é demais reforçar que as preferências da noiva devem ser respeitadas para que esses momentos tragam ainda mais cumplicidade e lembranças boas entre ela e suas madrinhas.

6. Comparecer aos ensaios e avisar os outros envolvidos

Os ensaios do casamento estão marcados? Então as madrinhas devem se certificar de que todas as pessoas envolvidas fiquem sabendo da programação. Vale até mandar um WhatsApp na véspera para garantir que ninguém vai se esquecer do compromisso.

Durante o ensaio, as madrinhas devem prestar muita atenção nas instruções e auxiliar as pessoas que possam ter mais dificuldade, como as crianças e os mais tímidos.

7. Tranquilizar a noiva no grande dia

O frio na barriga sempre aparece quando faltam apenas algumas horas para o casamento, e é papel das madrinhas acalmar a noiva para que ele não se transforme em um nervosismo descontrolado.

Por isso, vale elogiar a make, comprar os biscoitinhos preferidos, oferecer uma tacinha de champagne e proporcionar todos os mimos que possam tornar esse momento ainda mais agradável.

As madrinhas inclusive podem resolver problemas de última hora com a cerimonialista, evitando que eles cheguem até a noiva se não for absolutamente necessário.

8. Cuidar da alimentação da noiva antes e durante o casamento

Com a expectativa e as mil atividades do dia, muitas noivas acabam se esquecendo de se alimentar enquanto se arrumam, o que pode levar a um mal-estar durante a cerimônia. Portanto, é dever das madrinhas garantir que a noiva faça refeições saudáveis e se mantenha bem hidratada durante a preparação.

As madrinhas também devem observar se os noivos conseguiram se alimentar antes de cair na pista e, depois que a festa já estiver agitadíssima, ficar de olho para que não falte água, drinks e o que mais eles precisarem para se divertir e manter seu bem-estar.

9. Animar a festa

Já pensou que tristeza a noiva anunciar que vai jogar o buquê e nenhuma amiga se encorajar a pegá-lo? Ou, então, ver que o tempo do DJ está correndo e ninguém levanta para dançar por pura timidez?

Para evitar que isso aconteça, as madrinhas devem ser as primeiras a puxar a fila do buquê e a se jogar na pista, incentivando que os demais convidados façam o mesmo. Com certeza, os noivos vão agradecer muito pelo sucesso da festa!

Aliás, isto é algo que se deve levar para depois do grande dia: quando os noivos precisarem de mãozinha para que seus projetos sigam em frente, os deveres da madrinha de casamento incluem se mostrar presente para dar apoio. Afinal, a escolha das madrinhas e padrinhos é feita com muito amor, e esse carinho sempre deve ser alimentado e retribuído.

Autora

Rossana Lazzarotto